CAMPANHA CUSTOU 10 MILHÕES: Bolsonaro deu a Gusttavo Lima sigilo de 100 anos sobre cachê da Mega

Cantor sertanejo foi garoto-propaganda do sorteio da loteria em 2021; Caixa Econômica Federal desembolsou mais de R$ 10 milhões na campanha

VIA: IG

cachê do cantor sertanejo Gusttavo Lima por sua participação como garoto-propaganda da Mega da Virada em 2021 foi colocado sob sigilo de 100 anos a pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL). As informações foram reveladas em primeira mão pelo site Movimento Country .

Segundo o Portal da Transparência do Governo Federal, a Caixa Econômica Federal desembolsou mais de R$ 10 milhões na campanha. Não houve especificação sobre o uso ou destino da verba. A loteria premiou os dois vencedores do sorteio com mais de R$ 300 milhões, cerca de R$ 162 milhões para cada.

Gusttavo Lima apoia publicamente Jair Bolsonaro e é amigo íntimo de Jair Renan, o filho mais novo do presidente. Pouco antes do segundo turno das eleições, o sertanejo se reuniu com o chefe do Executivo em Brasília, acompanhado de outros cantores, como Zezé di Camargo, Chitãozinho e Leonardo.

Esta é mais uma polêmica com dinheiro público envolvendo o nome de Gusttavo Lima. Em maio deste ano, os Ministérios Públicos de vários estados deram início a uma investigação contra o sertanejo por cachês superfaturados em shows realizados sem licitação por prefeituras.

Em meio à polêmica, o cantor decidiu fazer uma live em seu perfil no Instagram e chegou a chorar, alegando que estava sendo perseguido. Ele afirmou estar a ponto de “jogar a toalha” e que “não compactua com dinheiro público” .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s